Esquerda reflexiva vai às ruas !

Neste sábado (19/06) houveram manifestações pelo impeachment de Bolsonaro em todos os estados e no Distrito Federal, inclusive em algumas cidades no exterior. A esquerda reflexiva não ficou atrás, graças a doação de um apoiador do canal, Francisco Bruno, foi possível alugar um carro de som para participar da manifestação da Av. Paulista. Paulo Ghiraldelli e Mariangela Cabelo protestaram à favor do impeachment de Bolsonaro, questionaram lideranças de oposição que não estavam presentes na manifestação, pressionaram Arthur Lira a ler um dos mais de 100 pedidos de impeachment em sua gaveta.

Em um momento eles abriram o caminhão para todo mundo subir e poder se manifestar. Subiram no caminhão desde socialistas, anarquistas, feministas, estudantes, metroviários, skatistas, militantes LGBT, militantes do movimento negro, a geração 68, professores, diretores de escolas e etc. Também subiram no caminhão o deputado estadual do Estado de São Paulo Carlos Giannazi e o deputado federal Glauber Braga. Giannazi denunciou o extermínio generalizado da população brasileira e explicou que o povo na rua é a única maneira de pressionar os políticos a votarem um dos mais de 100 pedidos de impeachment. Glauber falou da importância da mobilização popular, lembrou da campanha Fora genocida realizada pelo canal e defendeu que só a mobilização popular que vai derrubar Bolsonaro.

Não havia lista de espera, ou critério para subir no caminhão, todos puderam falar – criando assim um espaço democrático. Todas as esquerdas em sua diversidade estiveram ontem contra Bolsonaro. Conforme as pessoas foram vindo novas reivindicações foram aparecendo. Pelo fim do genocídio dos indígenas, contra a violência policial realizada nas favelas, contra a violência contra a mulher e dos LGBTs. Foi uma verdadeira demonstração da força da democracia participativa em sua capacidade de trazer mudanças para o país.